Ingressos Como apoiar

MÚSICA

Marina Melo: Quando a tua tela quebra

Marina Melo: Quando a tua tela quebra

10.05.22, terça às 20h

Cinco pessoas em volta de cinco telas de celulares, as luzes estão apagadas mas os rostos refletidos pelo brilho dos monitores. Marina Melo (cantora e compositora) segura um microfone pelo fio, Bianca Predieri (baterista) apoia o pulso na caixa, Fernando Sobreira Rala (som) aperta um botão sem querer e Laura Salerno (co-direção e luz) e Fellipe Oliveira (luz) nem perceberam que estão no escuro. Mas uma porta se abre e por ela é possível enxergar a silhueta de pessoas. Os olhares se cruzam: o encontro.


A paulistana Marina Melo, compositora e cantora, tem três trabalhos lançados: "Soft Apocalipse" (2016), "Estamos Aqui" (2019), "o mundo acabou mas continua girando" (2020). Com a artista Laura Salerno, também realizou os projetos cênicos "nuvem" (2017) e "casa" (2018), explorando música, performatividade e visualidade. Colabora com projetos de diferentes artistas e integra a banda de Jadsa. Neste momento, Marina prepara-se para o lançamento de seu novo trabalho. 


Marina Melo

Laura Salerno

Fernando Sobreira

Bianca Predieri,

Julianna Sá

Ricardo Prada

Wagner Rodolfo

Renata Reis

Edu Silva

MÚSICA

BNEGRON CONVIDA: FREELION 22.07.24, segunda às 20h

BNEGRON CONVIDA: FREELION

MÚSICA

ONIRA: SONHAR A TEMPESTADE 23.07.24, terça às 20h

ONIRA: SONHAR A TEMPESTADE

CINEMA

A FLOR DO BURITI 24.07.24, quarta às 18h e 20h15

A FLOR DO BURITI

DANÇA

LETÍCIA SCALISE: VOCÊ AINDA QUER LUTAR COMIGO? 25 e 26.07.24, quinta e sexta às 20h

LETÍCIA SCALISE: VOCÊ AINDA QUER LUTAR COMIGO?

MÚSICA

BNEGRON CONVIDA: DABLIUEME 29.07.24, segunda às 20h

BNEGRON CONVIDA: DABLIUEME

MÚSICA

MÚSICA DE MONTAGEM: O GRITO DO ESCURO 30.07.24, terça às 20h

MÚSICA DE MONTAGEM: O GRITO DO ESCURO

CINEMA

AS LINHAS DA MINHA MÃO 31.07.24, quarta às 18h e 20h

AS LINHAS DA MINHA MÃO

CINEMA

O ESTRANHO 07.08.24, quarta às 18h e 20h

O ESTRANHO

DANÇA

CLARISSA BRAGA: MÃEPARIDA 08, 09, 15 e 16.08.24, quintas e sextas às 20h

CLARISSA BRAGA: MÃEPARIDA