Ingressos Como apoiar

MÚSICA

LUIZA BRINA: APRENDENDO A REZAR - UMA INCURSÃO AO CENTRO DA TERRA

LUIZA BRINA: APRENDENDO A REZAR - UMA INCURSÃO AO CENTRO DA TERRA

04, 11, 18 e 25.03.24, segundas às 20h

4 de março 

aprendendo a rezar: no princípio era a prece

Luiza Brina toca, em voz e violão, composições que representam, pra artista, orações em forma de canção. São preces de todos os tempos, que ecoam em vozes de outros compositores. Como num terço, a artista reza essas músicas, uma a uma, enquanto divide com a plateia a história que a levou a buscar essa relação com a canção.


11 de março 

aprendendo a rezar: cérebro (e oração) eletrônico

Luiza Brina + ____________ 

O cérebro eletrônico comanda, mas não anda. É a oração, aqui, que faz caminhar a apresentação, filtrada por processamentos eletrônicos. Preces digitais, feitas sob a base cancional da artista, sempre centrada em seu violão.


18 de março

aprendendo a rezar: o encontro é uma prece

Castello Branco + Batata Boy;

Ao violão, Luiza recebe Castello Branco, artista cuja religião veio antes da canção - ou junto dela. Criado num monastério, Castello Branco teve vivência religiosa quase inversa à de Luiza. No entanto, ambos se encontram na força de suas composições mântricas. Há anos circulando como instrumentista de Castello, agora é a vez de receber o artista em seu show. Batata Boy, aqui, atua como elo entre os violões e as vozes dos dois artistas.


25 de março

aprendendo a rezar: santíssima canção

Luiza Brina + Iara Rennó + ___________

Criada em um contexto ateu, Luiza Brina viu a religião se espraiar em sua música por muitos cantos. Tendo o violão como instrumento central, há mais de uma década estuda percussão afro-latinas ao lado do mestre chileno José Izquierdo, formado pela santería cubana. Nesse show, ela encontra com artistas que cantam suas crenças aos orixás, e que tem o axé misturado naturalmente às suas composições. Iara Rennó recebeu Luiza Brina e Jadsa em seu xirê na Bahia e agora Luiza Brina convida as duas artistas para cantar as divindades dos terreiros e de outras preces.


Um dos expoentes da canção contemporânea brasileira, Luiza Brina é cantora, compositora, multi-instrumentista, arranjadora e produtora. Vocalista, guitarrista e compositora da banda Graveola, soma em sua carreira solo parcerias de destaque como as feitas ao lado de nomes como Ceumar, Ronaldo Bastos (um dos principais compositores do Clube da Esquina), Thiago Amud, Arthur Nogueira, Chico Bernardes, Teago Oliveira, Julia Branco, Luiz Gabriel Lopes, Vovô Bebê, Brisa Marques e César Lacerda. 


Em seus discos e projetos musicais, já gravou ao lado de artistas como Fernanda Takai, Tuyo, Josyara, Ana Frango Elétrico e Josyara. Seu mais recente álbum de inéditas foi eleito pela APCA como um dos 50 melhores de 2019, tendo sido lançado no Japão pelo selo Impartmaint Inc. 


Enquanto celebra 10 anos de seu disco de estreia, A Toada Vem é Pelo Vento, com uma deluxe edition, um LP e turnê nacional, prepara a chegada do novo álbum, "Prece", com pré-single neste final de 2023, além da primeira canção do álbum. O disco chega em 2024 pela Natura Musical, através do selo dobra discos.


Luiza Brina: direção musical, voz e violão;


dobra discos: idealização;

MÚSICA

GRISA + JOÃO VIEGAS: DES CHIMÈRES 16.07.24, terça às 20h

GRISA + JOÃO VIEGAS: DES CHIMÈRES

CINEMA

A MÚSICA NATUREZA DE LÉA FREIRE 17.07.24, quarta às 20h

A MÚSICA NATUREZA DE LÉA FREIRE

MÚSICA

BNEGRON CONVIDA: FREELION 22.07.24, segunda às 20h

BNEGRON CONVIDA: FREELION

MÚSICA

ONIRA: SONHAR A TEMPESTADE 23.07.24, terça às 20h

ONIRA: SONHAR A TEMPESTADE

CINEMA

A FLOR DO BURITI 24.07.24, quarta às 18h e 20h15

A FLOR DO BURITI

DANÇA

LETÍCIA SCALISE: VOCÊ AINDA QUER LUTAR COMIGO? 25 e 26.07.24, quinta e sexta às 20h

LETÍCIA SCALISE: VOCÊ AINDA QUER LUTAR COMIGO?

MÚSICA

BNEGRON CONVIDA: DABLIUEME 29.07.24, segunda às 20h

BNEGRON CONVIDA: DABLIUEME

MÚSICA

MÚSICA DE MONTAGEM: O GRITO DO ESCURO 30.07.24, terça às 20h

MÚSICA DE MONTAGEM: O GRITO DO ESCURO

CINEMA

AS LINHAS DA MINHA MÃO 31.07.24, quarta às 18h e 20h

AS LINHAS DA MINHA MÃO

CINEMA

O ESTRANHO 07.08.24, quarta às 18h e 20h

O ESTRANHO